Torne-se um Encantador de Plateias! TURBINE treinamentos, palestras, workshops, aulas, reuniões de forma a ATRAIR e MANTER a atenção dos participantes >> Saiba Mais

A importância de contar até 10!

“A parte do cérebro humano responsável pela lógica e que normalmente controla as decisões e atitudes das pessoas chama-se neocórtex. O nome neocórtex significa algo como “casca nova”. É a parte superficial do cérebro, que surgiu por último durante o processo de evolução. Só os seres humanos possuem neocórtex.

Mas é claro que o cérebro não surgiu com nossa espécie. Muito antes de o neocórtex surgir e nos diferenciar das outras formas de vida como um “ser pensante”, já havia espécies com cérebro. Mais simples, sem dúvida, mas ainda assim um cérebro.

O curioso é que, embora nossa massa encefálica tenha se aperfeiçoado ao longo dos milênios, as estruturas básicas, que formavam os cérebros mais primitivos, se mantiveram. Ou seja, nosso cérebro humano contém um cérebro de réptil. A estrutura mais primitiva é o tronco cerebral, responsável pelos instintos mais básicos. Depois disso, surgiu o sistema límbico, que é onde se processam as emoções. E foi dele que evoluiu o cérebro pensante – o neocórtex.

Lá no sistema límbico existe um componente chamado amígdala – que não tem nenhuma relação com as da garganta. Apenas o nome é o mesmo, só porque ambas lembram “amêndoas” em sua forma. A função da amígdala cerebral é funcionar como uma
espécie de alarme que desencadeia reações de proteção em caso de alguma emergência. Ao perceber algum perigo, logo imagina o pior e trata de desencadear uma reação, que sempre será de fuga ou de agressão, porque essa é a maneira animal de manter a vida.

O curioso é que a amígdala recebe a informação do perigo antes do neocórtex. Por isso, a reação começa antes mesmo que a pessoa tome consciência do perigo. Muitas vezes nem há risco de verdade, mas até o raciocínio perceber isso o alerta já está dado. Parece incoerente, mas esse mecanismo garante uma percepção rápida do perigo. A natureza prefere errar por excesso de zelo.

Quando a amígdala toma conta da situação e provoca reações às vezes desproporcionais ao fato, dizemos que aconteceu o “sequestro” da razão. O neocórtex foi superado e controlado pela amígdala por alguns instantes. Muitas vezes isso é bom, porque aumenta a velocidade da resposta diante de um perigo. É o que faz uma pessoa saltar ao perceber um carro aproximando-se em alta velocidade. A percepção da tragédia não é cortical, racional. É amigdaliana, instintiva.

O problema é que a amígdala interfere também quando há outro tipo de perigo, não físico, mas emocional. Durante uma divergência de opinião, por exemplo, você pode perceber, repentinamente, uma espécie de perigo causado pelo rumo da
discussão. Isso se dá de modo inconsciente e você não nota que está sendo tomado pelo sentimento de preservação de sua vida, ainda que seja a vida emocional. Sente apenas uma sensação de desconforto e medo, seguido da necessidade de agredir. De repente, pode acontecer o sequestro da razão e você terá, com certeza, uma reação violenta, por palavras ou atos, desproporcional ao fato que a causou.

Eu sou Sergio Naguel e eu torno a vida dos líderes menos estressada e eles próprios mais produtivos, desenvolvendo a dirigibilidade dos seus grupos via coaching de grupo pelo método Palestra em Roda. www.PalestraEmRoda.com.br

Comentários

Posts Recentes

Sergio Naguel

Sergio Naguel ajuda palestrantes e instrutores a conquistarem mais engajamento das plateias com menos esforço e mais alegria por meio do método Palestra em Roda e como consequência mais contratos e maior remuneração.

Palestra em Roda

Meu propósito? Que a empresa passe a ganhar, parando de perder. Reeduque socioemocionalmente seus colaboradores para que se tornem parceiros leais
Fechar Menu
Close Panel